• Ana Maria

Medo é o grande vilão!

O medo é o grande impeditivo de realizarmos a vida, de sentir alegria de viver, de ficar e ser feliz.


O medo permeia tudo! Está por trás da raiva, da agressividade, da violência, das guerras, da falta de amor; é o medo de perder, de desapegar, da miséria, de não ter dinheiro, de perder o status,  de perder o  poder, de ficar com fome; é o medo da própria violência, da maldade, da submissão, da dominação, etc., etc.; por isso tanto pânico, tanta depressão, tanta violência....


Sair do medo não é fácil, não está fácil; estamos vivendo num mundo cheio de maldade e violência que está potencializando o medo de todos; potencializa o medo, aumenta a violência.


Para vencer o medo precisamos de disciplina, persistência, para  praticar todo dia, o tempo todo:

  • Acalmar a mente (caminhar, meditar, etc.)

  • Manter pensamentos positivos, o pensamento cria as emoções (incluindo medos); quando o pensamento negativo aparece, mude para um pensamento positivo, reprograme o pensamento

  • Atitudes de tolerância, compreensão com o outro, com o medo do outro, com as situações difíceis

  • Jamais praticar a agressividade, a violência, com você ou com o outro, não importa o motivo (inspire, inspire, fique quieto, fale com assertividade, de maneira construtiva) Para curar o medo precisamos praticar a conexão com Deus, todos os dias, faça na sua crença; precisamos desenvolver a Fé; fé é acreditar em Deus, aceitar Deus e seus desígnios, confiar e se entregar a Deus... Ufa!!!!

Abraço,Ana Maria Souza
3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Eu não estou falando de ilusões que nos fazem acreditar que somos ou podemos ser felizes se tivermos isso, conseguirmos aquilo. Não, estou falando do nirvana, da iluminação!!! Estou falando de ser fel

Assumir que criamos tudo o que acontece na nossa vida não é fácil!! Temos a tendência de achar, acreditar que o que acontece vem de fora; não é que o que está fora não existe, a violência (por exemplo

Vou falar de yoga - um caminho de consciência, como praticante, aprendiz que sou (pratico há 14 anos); meu corpo era tenso, rígido, com tendência a problemas de coluna (calcificação) e uma mente muito